Saltar al contenido

JARDINS CAMPO DO PRÍNCIPE

JARDINS CAMPO DO PRÍNCIPE

Campo del Príncipe. Barrio del Realejo. Granada


Este elemento no ha sido evaluado aun
Tu valoracinValoracin total0 votos
  

A tradição atribui o nome de Campo do Príncipe ao facto de ter morrido no local, ao cair do cavalo, um príncipe cristão, ou por ter sido sepultado numa das hortas próximas o cadáver de um príncipe árabe. Aqui também se diz que foi exposto o cadáver de Muley Hacén, trazido em mula, por ordem do Zagal para testemunhar a sua morte. Em 1513 é feita uma praça para a celebração de "festas de justas e canas de que esta cidade tem muita necessidade". Em 1518 festejam-se as bodas da duquesa de Sesa, filha do Grande Capitão. Nos séculos XVII e XVIII será centro e cenário de tumultos populares promovidos pelos oficiais sederos, pedindo e conseguindo em Março de 1648 a destituição do Corregedor.

Graças à sua localização, podemos gozar de uma esplêndida vista dos bairros de Antequeruela e Mauror, e parte do outrora chamado Balcão do Paraíso (os Mártires). Mais abaixo contemplam-se a Igreja de São Cecílio, onde chegavam noutros tempos as alamedas e o Hospital Militar. Actualmente, os entardeceres e as noites são buliçosos e animados, ambiente propiciado pelos numerosos bares que o vivificam. Num dos seus acessos encontra-se um pilar de dois canos e, numa lateral, uma fonte e foram pavimentados numerosos espaços com o típico empedrado granadino. Num lugar aberto e destacado eleva-se uma bela cruz de pedra com a efígie de Cristo, que a fé popular levantou em 1640 no Realejo Alto e 42 anos depois foi trasladada para aqui: o Cristo dos Favores, que é protagonista de vários actos religiosos durante a Semana Santa granadina. É de destacar a Sexta-feira Santa, dia em que os Granadinos se juntam nesta praça para pedir os três favores ao Cristo que recebe o mesmo nome.

Dispõe de bancos e caixotes do lixo em todo seu percurso, bem como de uma zona de jogos infantis.

Espécies.

Nome Nome Científico

Loendro

Alfena

Cedro do Himalaia

Choupo Boleana

Choupo simoni

Cipreste comum

Cipreste do Arizona

Ameixoeira vermelha

Cordiline

Espinha de Jerusalém

Espinho de fogo

Falsa acácia

Magnólia

Laranjeira amarga

Oliveira

Olmo

Olmo montanhês

Plátano de sombra

Salgueiro Chorão

Tuia

Nerium oleander

Ligustrum vulgare

Cedrus deodara

Populus bolleana

Populus simonii

Cupressus sempervirens Cupressus arizonica

Prunus cerasifera var. pissardii

Cordyline australis

Parkinsonia aculeata

Pyracantha coccínea

Robinia pseudoacacia

Magnolia grandiflora

Citrus aurantium

Olea europaea

Ulmus minor

Ulmus glabra

Platanus x hispanica

Salix babylonica

Thuja orientalis


Comentarios